topo

Bovinos jovens sustentam alta nos abates em Mato Grosso


Os animais jovens estão segurando a alta no abate de bovinos em Mato Grosso. Segundo boletim do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), o abate de machos com idade entre zero e 24 meses registrou alta de 76% em 2010, totalizando 119 mil cabeças. O incremento nos machos com idade entre 24 e 36 meses foi de 18%.

A conclusão do Imea é que, a cada ano, os animais vêm sendo abatidos mais cedo, devido aos novos sistemas de produção que combinam o melhoramento genético com a aceleração no ganho de peso dos animais.

Já o abate total de bovinos no estado em 2010 ficou em 4,33 milhões de cabeças, crescimento de 3,6% em relação a 2009. No comparativo com 2008, a alta é de 5,11%.

Os números mostram que os grandes responsáveis por esse aumento no abate total são os machos, que fecharam o ano com abate de 2,85 milhões de cabeças, avanço de 5,8% na comparação com o ano anterior. Já pelo lado das fêmeas, o abate foi de 1,48 milhão de cabeças, ligeira queda de -0,4%. Devido a este resultado, as fêmeas representaram 34% do total abatido em Mato Grosso, a menor representatividade da série histórica do Imea, que teve início em 2003.